Encontramos na carta de Paulo aos filipenses uma expressão exata dessas duas características: uma igreja completamente conectada na videira, Jesus Cristo, expressando essa conexão de solidariedade com o apostolo de caráter sempre participantes do seu ministério em tudo: na graça, nas prisões e na defesa e confirmação do evangelho. A igreja de Filipenses, apresenta algumas características importantes que refletiram sua solidariedade e generosidade:

• Foi a igreja mais ligado ao apostolo e a que nasceu num parto de mais profunda dor.

• Com a implantação da igreja de filipenses, percebemos: Todo programa missionário da igreja deve ser conduzido pelo céu, e não pela terra – Paula, Silas, Timóteo e Lucas na sua segunda viagem tinha planos de abrir novas igrejas na Ásia, mas Deus os conduziu para a Europa.

• A porta que Deus abre nem sempre nos conduz por um caminho fácil, porém nos conduz para um destino virtuoso - Deus apontou o caminho missionário para onde os plantadores deveriam ir, deu-lhes sucesso na missão, mas não sem dor, sem sofrimento ou sem sangue.

• Muitas vezes, o solo fértil da evangelização é regado pelas lágrimas, suor e sangue daqueles que proclamam as boas novas do evangelho.

Não podemos deixar de lembrar que solidariedade está conectado, também, a expressão dessa maravilhosa igreja que tanto compartilhou com Paulo de forma bastante alegre – alegria, uma característica para a igreja de Filipos. A palavra alegria era um atributo bastante marcante nessa carta, pois é citada pelo apostolo 16 vezes. O texto nos impulsiona a compreender três grandes importâncias:

1 • Uma igreja solidária é ser uma igreja alegre – Não foca sempre nos problemas, mas ver os problemas como processo de crescimento para todo cristão.

a) Paulo, compartilhou o início da igreja de Atos e o poder do Espirito Santo, não somente na igreja, mas com propriedade em sua própria vida e conversão.

b) Presenciou a consequência da transformação estrutural daqueles que estiveram na pregação de Pedro (At 2), que aceitaram Jesus Cristo como Senhor e salvador.

A alegria de Paulo ao lembrar de Filipos, é como ter um Déjà-vu de Atos e a maravilha da ação do Espirito Santo e o quanto ele perpetua em sua igreja. No, v.4 – Falar de alegria é ter um Déjá-vu de Atos, lembrar do passado e impulsionar nosso coração e mente para a oração e gratidão; enquanto alegria aponta para o passado; oração, para o futuro.

2 •  Uma igreja solidária é ser uma igreja participante e cooperante.

Ao dizer, desde o primeiro dia, Paulo, realça a prontidão deles ao demonstrar que eram suscetíveis à instrução assim que a doutrina foi posta diante deles.

A frase até agora indica sua perseverança. Sabemos quão rara qualidade é seguir a Deus imediatamente assim que nos chama, e igualmente perseverar firme até o fim. Pois muitos são tardos e relutantes em obedecer, enquanto há ainda aquela insuficiência devido à leviandade e à inconstância.

Os filipenses eram participantes do ministério de Paulo em tudo: na graça, nas prisões e na defesa e confirmação do evangelho.

3 • Ser uma igreja solidária é compreender a ênfase da gratidão vertical e horizontal da cruz de Cristo.

Isso nos ensina a receber de bom grado nosso Senhor Jesus Cisto como único Senhor e salvador, a ponto de poder nos expressar de maneira horizontal esse amor em solidariedade.

Paulo deixa isso bastante claro em Fp 2.7 quando expressa que Ele, 7 “Abriu mão de tudo o que era seu”, “despejou-se”. Ao se tornar homem, Jesus reteve sua natureza essencial como Deus, mas renunciou a seu status e voluntariamente aceitou limitações a sua onipotência, onisciência e onipresença, por exemplo: Ele levou uma vida de obediência humilde, limitada aos recursos que Deus dá aos seres humanos:

• O poder de seu Espírito;

• A orientação de sua palavra;

• A oração.

Não devemos nos esquecer de ser solidários, pois a generosidade e piedade de Deus para conosco, foi expressa na cruz.

Sua vida, é a única bíblia que muitas pessoas vão ver lá fora, você deve ser a marca da igreja, solidária e conectada a videira.

Ser uma igreja solidária, não está relacionado a capacidade financeira, mas, a sensibilidade espiritual do evangelho.

Não deixa para amanhã para poder ser uma igreja conectada e solidária, faça isso hoje, através de uma ligação, oração, contribuição, compromisso com sua igreja local, compromisso com a leitura bíblica.

Pr. Felipe Abreu

Aplicativo Boletim Terceira Igreja

Fique informado sobre tudo o que acontece na Terceira Igreja, onde quer que você esteja. Através do nosso aplicativo você será notificado sobre as atividades que estão acontecendo, novidades e mensagens, além disso, você tem na palma da mão pastorais para sua edificação, estudos bíblicos, informações missionárias,  chat, motivos de oração e um contato rápido e prático com a igreja e os usuários do app. 

Disponível para Android
na Google Play

Acesse nossos canais, se inscreva e compartilhe!

  • 31 3278-1644
  • Rua Uberlândia, 620 • Bairro Carlos Prates
    Belo Horizonte • MG • CEP 30.710-230