Ajuste o seu foco

Quando você está a procura de algum item nas prateleiras de um supermercado, quando não consegue encontrar seu carro no estacionamento, ou quando não consegue encontrar o caminho de casa, você está precisando ajustar o seu foco. As vezes nossa dificuldade é conseguir concentrar nossa visão em um ponto que é mais importante, para, a partir dele, enxergar os cenário maior.

Quando olhamos para o cântico de Zacarias percebemos que todo seu louvor está conectado com um ponto específico que dirige sua maneira de enxergar a vida e compreender o sentido das coisas. Hoje somos uma geração difusa demais, fazemos, pensamos, assistimos muitas coisas ao mesmo tempo, respondemos as pessoas nos grupos de WhatsApp, lemos o e-mail e trocamos duas ou três palavras com quem estiver perto de nós.

Olhamos em todas as direções, porém, sem encontrar algo que possa dar sentido a todas as coisas, vivemos navegando num oceano digital, mas sem leme, sem vela, sem bússola, sem destino, ao léu, seguindo o fluxo da nova corrente marítima, do novo assunto, da nova moda, da nova “treta” midiática que ocupa a atenção dos comentários gerais.

Contudo, há sim algo no qual podemos nos firmar, há um ponto que devemos nos focar, em Deus e sua obra de redenção. É este o mais importante foco que dá sentido a nossa existência, é isto que Deus está realizando através da obra de seu Filho Jesus, revelando seu caráter e seu plano para nós. Zacarias se foca nisso para declarar seu louvor inspirado pelo Espírito Santo.

Ele focaliza o poder de Deus para resgatar nossa vida das garras do pecado, porque eu e você não podemos nos libertar sozinhos. Ele lembra da fidelidade de Deus em cumprir todas as suas promessas, nos habilitando para o servir todos os dias de nossa vida, saindo das mãos da tirania do pecado para sermos propriedade do bondoso Rei. Ele exalta a misericórdia de Deus em abrir nossos olhos para a terrível realidade do nosso pecado, oferecendo nova vida, luz e direção no caminho da paz.

Se você tem se sentido perdido, desmotivado, como se nada fizesse sentido para você, talvez hoje você precise ajustar seu foco para Cristo e sua redenção, confiando no poder de Deus e não em sua própria força, seguro em sua fidelidade que te capacita para encontrar seu propósito em servi-lo e descansando em sua misericórdia que te guia no caminho da paz. Que seu foco esteja nessa maravilhosa redenção.

Jesus te abençoe! Pr. Eduardo Nunes

Os feitos de Jesus – João 1.1-14

Terminamos o ano com a convicção de que realmente 2019 foi um anos de milagres e por isto podemos desenvolver uma atitude de louvor.

Esperamos louvar somente o extraordinário, o acontecimento único, mas esquecemos de cultivar uma postura de louvor, algo que não fazemos espontaneamente, mas pode ser aprendido.

Louvar é elogiar, elevar com palavras os feitos de alguém. O louvor deve ser motivado na alma após um impulso de ter recebido algo, um feito ou um presente. As pessoas podem ser louvadas, mas existe alguém que merece todo nosso louvor.

João, autor do evangelho que leva seu próprio nome, destaca 4 feitos de Jesus pelos quais podemos elogiá-lo ou louvá-lo.

Seu primeiro feito é a Criação. João deixa claro que Jesus é Deus ao chama-lo de Verbo, um conceito grego e judeu para se referir à Deus como aquele que vem antes de todas as coisas. Jesus é Deus no sentindo mais pleno e todas as coisas foram criadas por intermédio e através dEle, afinal Jesus é a vida.

O segundo é a Salvação. João emprega a palavra luz como iluminação espiritual. Após a criação veio a Queda, simbolizada pelas trevas, com ela tudo ficou escuro e sem Deus e o ser humano passou a caminhar no escuro, mas veio Jesus e trouxe a luz da salvação que ilumina todos os homens.

Adoção é o terceiro feito. Ser membro da família de Deus só se dá pela graça. Podemos receber Jesus, crer no nome dele e por Ele ser de Deus, somos admitidos em sua família. Ser da família de Deus não é algo que se faz naturalmente, nem por vontade, mas vem de Jesus.

O quarto feito é a Encarnação. Jesus, o Verbo, existe antes da fundação do mundo, mas por amor a nós, se fez carne, tornou-se um de nós e nos mostrou sua glória através de seus milagres, morte e ressurreição, sempre cheio de graça e de verdade.

Que este ano termine trazendo a você momentos de louvor a Jesus por seus grandes e poderosos feitos. Precisamos aprender a louvar em todas as circunstâncias. O louvor abre portas, traz recursos. Vivemos dias em que a tendência é nos tornarmos amargos, infelizes, desiludidos, frustrados, tristes, assumimos uma postura de dizer mal daquilo que temos e podemos combater isto com um espírito de louvor.

Boas Festas e um Feliz Ano Novo! Seus pastores..

Tempo de aprender – Lucas 2.52

O que você tem aprendido sobre a Bíblia, sobre Deus e sua ação? Aproveite este momento para resgatar com as crianças os ensinamentos bíblicos da Escola Dominical e do Turma da Hora. Reserve um momento com sua criança, invista em sua vida espiritual!

Estamos no mês de outubro, o famoso mês das crianças! Jesus também foi uma criança e, possivelmente, igual a todas as que temos aqui na igreja e em nossas famílias. Lucas, ao escrever o Evangelho, fez questão de ressaltar o crescimento do menino Jesus. Nesta ocasião, Jesus estava completando doze anos e o texto está intimamente ligado às expectativas e sonhos de uma criança em crescimento como as nossas. “Jesus ia crescendo em sabedoria, estatura e graça diante de Deus e dos homens”.

O Jesus criança cresceu não como um menino-prodígio, mas como um ser humano igual a nós, exceto no que se refere ao pecado. Ele teve uma infância normal e saudável no convívio com seus familiares e amigos na cidadezinha de Nazaré. Todos os anos, os pais de Jesus peregrinavam à Jerusalém para participar da festa da Páscoa. Desta vez, Jesus completava doze anos e com essa idade, o menino judeu se tornava “filho da Lei” e membro pleno da Sinagoga.
Você sabia que… Jesus passou por todas as etapas da vida de um ser humano?
Para a criança responder: Quais atitudes podemos ver em você que demonstra seu
crescimento?
Ore para que você cresça diante de Deus e dos homens.

O nosso texto diz que à medida que Jesus crescia, ele se desenvolvia em sabedoria. As
perguntas de Jesus deixaram os Mestres da Lei admirados, não eram perguntas tolas e Jesus não debatia com eles, mas buscava um entendimento das questões espirituais com mais profundidade. Um dos aspectos da sabedoria é a saúde mental e Jesus foi uma criança que cresceu em saúde mental.
Você sabia que… a sabedoria produz o melhor uso da nossa capacidade intelectual.
Para a criança responder: O que você tem feito para crescer em sabedoria?
Ore para que Deus abençoe sua escola (professores, amigos, diretores).

A palavra utilizada por Lucas para se referir à estatura pode ter dois significados: estatura física, referindo-se ao fato de que Jesus crescia em tamanho, e maturidade, apontando para o fato de que Jesus se tornava mais maduro a cada dia. Quando temos uma condição de saúde favorável, espera-se naturalmente um desenvolvimento físico e intelectual. Basta se alimentar corretamente e evitar o sedentarismo para ver o crescimento.
Você sabia que… somos pessoas em construção?
Para a criança responder: Como você tem crescido em estatura?
Ore por sua saúde e desenvolvimento.

Agora resta-nos tratar do crescimento em “graça” diante de Deus e dos homens lembrando que nossa meta é sermos transformados dia a dia à semelhança de Jesus, afinal se afirmamos ser cristãos, devemos ser como Cristo. Jesus se relacionava com diferentes tipos de pessoas. Ele atraia a atenção de muita gente e sabia lidar com as autoridades, com os mais velhos e com os menos favorecidos.
Você sabia que… o menino Jesus demonstrava respeito às autoridades?
Para a criança responder: Qual é sua atitude diante dos mais velhos, dos seus amigos e das autoridades sobre você?
Ore para que Deus ensine você a ser uma pessoa cheia de graça.

Ministério Infantil Terceira Igreja